Nama Baru: pequenino e delicioso

Geng Han Lae: barriga e pernil suínos, caldo de tamarindo, curry masman, gengibre fresco, amendoim e cebolinhas agridoces. Um dos meus pratos prediletos (R$ 38)

O que falar sobre o Nama Baru que eu já não tenha dito no post que fiz sobre ele no passado? Não sei. Talvez que seja um vício meu. Talvez que ache essa pequena casa, de cerca de 20 lugares, na frente do hospital na Avenida Pompéia, um dos cantos mais saborosos de São Paulo.

Crocante do Buda: repolho roxo, cenoura, broto de bambu, vagem, molho de pimenta doce e limão, hortelã, coentro, amendoim, coco em flocos, lulas empanadas e fritas e algas. Peço TODAS AS VEZES (R$ 27)

Talvez confessar que eu dê os parabéns ao chef todas as vezes que vou lá- da menor cozinha que vi na vida saem pratos absolutamente deliciosos. Na real, acho que não tenho nada novo para falar sobre o Nama Baru- só quero que mais gente conheça o restaurante. Porque Talita e Ique, os proprietários (e ele, o chef), merecem.

Char Siu Ribs: costelinhas suínas com molho barbecue chinês, sobá com gengibre doce e picles de pepino picante. Carnudas, intensas. Sensacionais com o contraste do fresco macarrão (R$ 35)

Nunca tiveram assessoria de imprensa, nunca viraram modinha entre os gourmands (teriam muito mais chances se fossem um restaurantes japonês…), nunca apareceram com destaque em guias. Continuam lá porque conquistaram os clientes pelo que realmente são.

Porco com banana: mignon suíno, chutney de manga, banana, páprica e arroz de jasmim. Interessantíssimo o creme denso e doce com a carne macia pacas (R$ 37)

Os poucos e muito bem feitos pratos do sudeste asiático são deliciosos, fartos, lindos. O atendimento é mega atencioso. Do salão, bem simples, você pode sair com o cabelo cheirando a comida porque nem sempre a coifa dá conta. Mas, quer saber? Eu não ligo. Lá, eu não ligo. Como tão bem que não dá pra ficar brava.

Mini rolinhos de couve orgânica recheados com shiitake e alho poró: delícia de entrada vegetariana (R$ 10); o salão simples e pequeno do Nama Baru

Este problema cabelístico, porém, está pra acabar, visto que o restaurante vai mudar para um imóvel maior em fase de reforma, também no eixo Pompéia/Perdizes. Reforma demorada pacas, já que eles não tem investidores. É tudo na raça, na grana do bolso e no amor pelo que fazem.

Neste post vou fazer diferente: os pratos falam por si e não precisam de muita descrição. Então veja as fotos (os preços estão nelas) e programe uma refeição no Nama Baru. Ah, ele só abre pra almoço e tem menu executivo. Mas recomendo o fixo. Mesmo.

Boa demais essa torta gelada de caramelo e chocolate amargo com sorvete de tamarindo. PQP, NUSSASENHORA (R$ 17). Como a simplicidade pode ser gostosa!

Nama Baru: Avenida Pompeia,1227, Pompéia, tel.: 2548- 7749

Fazer um comentário

Seja bem-vindo. Sua opinião é importante. Comentários ofensivos ou com identidades falsas serão reprovados.