Namga: o TeleThai agora também é restaurante. Ainda bem!

Delícia de entrada: Miang Kham, trouxinhas de espinafre japonês para rechear com cebolas,gengibre, amendoim, limão, pimenta, coco queimado e pasta de gengibre e açúcar de palmeira

Desde sua abertura, há três anos, sou cliente assídua do Tele Thai, delivery de comida tailandesa em Perdizes, bairro em que moro. Aliás, acho o Tele Thai a melhor comida tailandesa de São Paulo: bem feita, com uso correto de temperos (nada de ficar fazendo excesso de concessões ao paladar brasileiro e, com isso, descaracterizando a intensidade original da culinária) e preços bacanas. Sou meio viciadona no Pad Thai deles e penso ser um crime uma cidade tão imensa ter tão poucas opções dessa culinária. Então, alegria!, o chef e proprietário Roni Kormis, embalado pelos inúmeros pedidos para abrir um restaurante, acaba de inaugurar o Namga, também em Perdizes. Ah, sim: o Telethai continua funcionando.

Tót Man Pla: bolinhos de peixe levemente apimentados, temperados com curry, manjericão e limão kaffir

O Namga tem salão clean e acolhedor e ótima variedade de pratos por valores bem razoáveis– uma das vantagens estar fora do corredor Itaim-Jardins. No menu, clássicos do delivery como o meu querido Pad Thai (R$ 35 com tofu ou frango e R$ 39 com filé, camarão ou lombo), Kai satay (espetos de frango marinados no leite de coco com especiarias e acompanhados por molho de amendoim, R$ 16), Phuket (saltado de brócolis, shiitake e cogumelos em molho de gengibre, R$ 32 com tofu ou frango) e novas opções, como o Miang Kham, do qual falo logo abaixo.

Salão do Namga

Comecei com Tót Man Pla, deliciosos bolinhos de peixe temperados com curry, manjericão e limão kafir, acompanhados de molho agridoce de pepino, levemente picante (R$ 14) e fui para a uma das minhas maiores alegrias infantis, comer usando as mãos. Comida cheia de cores, sabores, texturas, picância, doçura… Miang Kham (R$ 16). Lindas e perfeitas folhas de espinafre japonês (horenço) vem empilhadas ao lado de um potinho de molho de  gengibre com açúcar de palmeira e porções de vários ingredientes finamente picados: cebola, limão, pimenta, gengibre, amendoim e coco queimado.  Então, você pega uma folha, passa a pasta e, com a ponta dos dedos, coloca um pouco de cada ingrediente. Fecha numa trouxinha e…. putsa, coisa maravilhosa, simples, intensa, deliciosa.

Yam Plaa Meuk: lula recheada com carne de porco, galanga, limão kafir, coentro e alho com molho de curry vermelho e castanhas de caju

Para principal, fomos de quentíssimo curry Keng Panang, beeeem picante, feito com maçã e cenoura– escolhi mignon (R$ 38) como proteína e o acompanhei com cremoso arroz de jasmim cozido no leite de coco (R$ 9). O outro escolhido foi Yam Plaa Meuk, prato novo: gorda lula recheada de carne de porco, limão kafir, coentro e alho, regada com molho de curry vermelho, galanga (primo do gengibre)  e castanha de caju (R$ 29).

Keng Panang: curry picante de filé com maçã e cenoura, acompanhado de arroz de coco

A sobremesa, levinha e sem muito açúcar, foi uma surpresa boa: Khanom Kluay, um bolo de banana e coco de textura pamonhística, cozido na folha de bananeira, servido com sorvete caseiro de arroz negro (R$ 15).

Khanom Kluay: bolo de banana e coco no vapor acompanhado de sorvete de arroz negro

Bom para São Paulo ter o Namga– quem sabe o paulistano aprenda a curtir mais a incrível culinária tailandesa.

Namga: Rua Apiacás, 92, Perdizes, tel.: 3676-1774

Fazer um comentário

Seja bem-vindo. Sua opinião é importante. Comentários ofensivos ou com identidades falsas serão reprovados.