Saladerie: saladas fartas, criativas e apetitosas

Salada Simone de Beauvoir: Folhas verdes, quinua ao pesto de ervas com pistache, espaguete de pupunha, castanha de cajú, mini cebola caramelizada, crispies de alho poró e lula e camarão

Salada não aquilo que você passa rápido para chegar ao prato principal. E, olha, se ela tem esse papel na sua vida, desculpe te dizer mas você tem comido saladas ruins. As boas- variadas, bem temperadas, com bons ingredientes- podem ser, em si, a refeição. Satisfatória refeição, aliás. Esse é o conceito do novo Saladerie, recém-inaugurado no Itaim Bibi.

Couvert: ciabatta quentinha, marmelada de tomate e tapenade por R$ 6 por pessoa

Lá não tem caprese. Lá também não tem rodelas de tomate com palmito e cebola. O que se encontra na Saladerie são composições bem pensadas, equilibradas, em um menu de 12 opções criado pelo chef Lucas Corazza. Todas tem nome de celebridades francesas. Parece bobo? Bom, mas tem uma razão: para criar a casa de ambiente clean e agradável, as proprietárias, Fernanda Gomes e Millena Onesti, inspiraram-se no Manifesto da Mulher Francesa, da escritora Mirreile Giuliano, mesma autora do bestseller As Mulheres francesas não engordam, o Segredo de comer por prazer. Eu, por exemplo, comi bem gostoso a Simone de Beauvoir: mix de folhas verdes, quinua ao pesto de ervas com pistache, espaguete de pupunha, castanha de cajú, minicebola caramelizada, crispies de alho poró, pétalas de salmão (que troquei por lulas e camarões e paguei R$ 3,80 a mais) e bom molho de framboesa fresco. Saiu por R$ 36,90, satisfez e não pesou. Porção de tamanho ideal. Bom tanto para um almoço de meio de semana quanto para um jantar naqueles dias em que se quer comer gostosinho mas sem ingerir um milhão e quinhentas e vinte mil calorias.

Salada Carla Bruni: Folhas verdes, arroz 7 cereais, mix de cogumelos, lâminas de amêndoas, queijo de cabra e ragu de pato com molho tarê

Todas as opções te dão a possibilidade de trocar a proteína, com ou sem alteração de preço. Por exemplo: na ótima Carla Bruni, composta por folhas verdes, arroz 7 cereais, cogumelos shiitake, shimeji e paris, lâminas de amêndoas, queijo de cabra de ragu de pato, dá para tirar o pato e colocar frango grelhado na manteiga com ervas (o que não aconselho, porque o ragu estava bem saboroso, com carne macia) pelos menos R$ 33,90, ou optar por camarões salteados no azeite e alho com acréscimo de R$ 3,90. Apesar de não ter provado, me agradou a composição da Andrey Tatou: folhas verdes, caponata de berinjela, abobrinha grelhada, couscous marroquino com frutas secas, endívia caramelizada, tapenada de azeitona e ragu de pato (que pode ser trocado por hambúrguer de fraldinha, R$ 32,10). Caso você não goste de nenhuma das saladas oferecidas, pode montar a sua usando até 9 dos 60 itens do menu.

O ambiente colorido da Saladerie; riz au lait au caramel, ou arroz doce com caramelo

Só tenho uma reclamação: o mix de folhas verdes ser composto 98% por alface. Faz muita falta as texturas e sabores de outras verduras como rúcula, agrião e espinafre, por exemplo. Também acho que, em breve, terá que rolar algum tipo de entradinha (hoje o restaurante conta apenas com um couvert, R$ 6 por pessoa, que traz ciabata quentinha, marmelada de tomate e tapenade).

Cheesecake com calda de framboesa

Para sobremesa, interessante o arroz doce com caramelo salgado, mas a consistência poderia ser aprimorada (R$8,50), e correto o pequeno pedaço de cheesecake com ótima calda de framboesa (R$ 11,80). Talvez as mulheres francesas não liguem para doce…

Em breve colocarão saladas quentes no menu.

Saladerie: Rua Dr. Mário Ferraz, 479, loja 2 (acesso pela Rua Adolfo Tabacow), Itaim, tel.: 3567-8004

Fazer um comentário

Seja bem-vindo. Sua opinião é importante. Comentários ofensivos ou com identidades falsas serão reprovados.