Weinstube: para se fartar de salsichas, chucrute, Leberkäse, Wiener Schnitzel…

Salsichas de vitelo, Nürnberger e Debreziner e chucrute

Não é muito comum encontrar restaurantes alemães em São Paulo. Fato. O fato decorrente deste é que comemos pouco e sabemos pouco sobre a culinária daquele país. Nada mais normal… Depois de ouvir falar bastante, decidi conhecer o Weinstube. Dá pra ver pela frequência – praticamente só alemães e descendentes –  que o negócio lá é levado a sério. Também, fica dentro do Club Transatlântico, praticamente um “embaixada” alemã na Chácara Santo Antônio.

Pato assado servido com repolho roxo, spätzle e purê de maçã

O menu é repleto de pratos típicos como Salada de arenque com pepino em conserva, maçã, pimentão amarelo e cebola ao leve molho cremoso de iogurte (R$ 23), salsicha weisswurst com bretzel e salada de repolho branco (R$ 29), Schweinshaxe (joelho suíno defumado com chucrute e batata sauté, R$ 38) e Maultaschen Nach Jägerart (ravioli alemão recheado com carne bovina e suína, espinafre e cebola com seleção de cogumelos, gratinado com queijo, R$ 39). E é justamente essa tradição que faz o Weinstube tão caro aos seus frequentadores: o salão com decoração simples e típica de restaurantes alemães tradicionais (olha a lá a palavra de novo);  chope e as cervejas alemãs, claro; o ótimo chucrute preparado com Schmaltz, banha especial de porco importada da Alemanha, que contém minúsculos pedaços de carne curada, dá um sabor intenso e aveludado e é usada, por muitos clientes, no pão em substituição a manteiga. Tudo isso os faz se sentirem mais próximos de casa.

Schmaltz: banha premium de porco importada da Alemanha usada por alguns como manteiga (e o ingrediente que deixa o chucrute do Weinstube tão gostoso)

Se oferecem o couvert, aceite, porque vale experimentar o gostoso pretzel e o pão preto com kummel feitos na casa. Comecei a refeição com um mix de salsichas alemãs de tremenda qualidade,  composto por uma de vitelo, Nürnberger e Debreziner e o tal ótimo chucrute ($ 38)- mas só peça se tiver muita fome, por que as porções são gigantes. Com as salsinhas são servidos três tipos de excelentes mostardas, também importadas.

LEBERKÄSE NACH BAYERISCHER ART ou bolo de carne grelhado com cebola dourada, batata sauté, ovo frito e pepino em conserva

Principal, pato à moda germânica: coxa e mais três pedaços imensos do peito assados e servidos com repolho roxo, gostoso spätzle (massinha alemã) na manteiga e um levíssimo purê de maçã (R$ 58). Carne com sabor potente porém equilibrado. O único defeito era estar um tiquinho seca. Meu namorado optou pelo bolo de carne (Leberkäse) grelhado com cebola dourada, batata sauté, ovo frito e pepino em conserva (R$ 34). Bem temperado, intenso, imenso.

Sacher torte

Depois de secar minha garrafa de Erdinger Pikantus, encarei a sobremesa: Sacher Torte feita com chocolate de boa qualidade e com o toque amarguinho da geleia caseira de damasco (R$ 18). Ele quis ser light (hahahaha!) e escolheu Rote Grütz, grandes bolinhas de sagu misturadas a frutas vermelhas em sua calda com sorvete de creme (R$ 17).

ROTE GRÜTZE: frutas vermelhas com sagu e sorvete de creme

Refeição para um dia de fome assassina, é certo, porque não é uma comida que conquiste admiradores por sua sutileza. Mas, olha, depois de tudo, bem que fiquei pensando em porque não pedi o famoso Wiener Schnitzel (escalopes de filé mignon suíno à milanesa servidos com salada de batata, R$ 34), quando o vi passar lindamente em direção a mesa ao lado.

Fome assassina? Welcome to my life.

Weinstube: Rua José Guerra, 130,  Chácara Santo Antônio, tel.: (11) 2133 8600

Fazer um comentário

Seja bem-vindo. Sua opinião é importante. Comentários ofensivos ou com identidades falsas serão reprovados.