Taquería La Sabrosa: comida mexicana de verdade em São Paulo

Tacos de carnitas, meus favoritos, são recheados com carne de porco, cebola, coentro, limão, guacamole e salsa verde

Tacos de carnitas, meus favoritos, são recheados com carne de porco, cebola, coentro, limão, guacamole e salsa verde

Brasileiro não conhece comida mexicana de verdade. Só comecei a ter noção disso ao participar de degustações no Obá. Hugo Antares, o proprietário (mexicano), faz diversos festivais por ano – sempre com chefs convidados, muitos de seus país de origem – e apresenta o menu inteiro para a equipe, explicando a história do prato e… leia mais

Belga Corner: tremeeeendo waffle!

Waffle com calda morna de chocolate belga e chantilly fresco: levíssimo, massa saborosa e mega aerada

Waffle com calda morna de chocolate belga e chantilly fresco: levíssimo, massa saborosa e mega aerada

Aberto há poucas semanas por sócios belgas, o Belga Corner é uma bela novidade no Itaim. Ali a comida é bem feita, o serviço é simpático, não fecha durante a tarde e o waffle…. afemaria! Sem dúvida, o melhor de São Paulo. A casa de salão simples, bem decorado e agradável foca em duas frentes:… leia mais

Sanpo: não tem sushi, não tem combinado, não tem rodízio! E vale muito conhecer.

Yukhoe: adocicado e delicioso steak tartar coreano temperado com shoyu, alho, pera asitática e amêndoas

Yukhoe: adocicado e delicioso steak tartar coreano temperado com shoyu, alho, pera asitática e amêndoas

“Não tem sushi, não tem combinado, não tem rodízio!”. O alerta está ainda do lado de fora, afixado junto ao menu. Assim que se entra no pequeno salão, ele está lá novamente, desta vez na lousa que expõe o especial do dia. Nada mais prático, visto que essa é a resposta para a pergunta feita… leia mais

Bravin: excelente e criativo menu executivo entre R$ 29 e R$ 37

Ótimo arroz de moela e cogumelos à cavalo

Ótimo arroz de moela e cogumelos à cavalo

Quando o Bravin abriu, há quase dois anos, fui lá três vezes. A comida era apagada; o menu, perdido no conceito ‘receitas de avó’; o serviço, confuso. Apesar da ótima seleção de vinhos, a casa nunca me empolgou. Eis que agora volto e minhas impressões foram diametralmente opostas – com exceção da carta de vinhos,… leia mais

Lola Parrilla: bons (e bem executados) cortes de sete países

Tiritas do Lola: 200 gramas de capa do ancho tenra e rosada

Tiritas do Lola: 200 gramas de capa do ancho tenra e rosada

No endereço do finado Lola Bistrot, há cerca de três meses abriu as portas o Lola Parrilla. A primeira versão do menu teve a consultoria da chef Daniela França Pinto, ex-sócia da antiga casa, mas o cardápio já sofreu algumas alterações e começa a ter cara própria, respondendo às preferências da clientela. O foco ali… leia mais

Micaela: cozinha brasileira primorosa (como há muito não vejo)

micaela8

Mais um da minha imensa lista de lugares para conhecer. Entro correndo para fugir do calor pós-senegalês de São Paulo. Escolho o salão de cima por ser mais iluminado e arejado. Pinturas de gosto duvidoso, mobiliário simples, paredes de tijolos à vista. Curioso um tom tão rústico no meio dos Jardins. Peço o cardápio e,… leia mais

Huaco: belos ceviches e boa variedade de Pisco Sour

Fuente Fria: degustação de quatro tipos de ceviche - al parmesano, 4 ajies, carretiliero e al olivo - e causa de siri. Vale bem a pena e serve, na boa, duas pessoas

Fuente Fria: degustação de quatro tipos de ceviche - al parmesano, 4 ajies, carretiliero e al olivo - e causa de siri. Vale bem a pena e serve, na boa, duas pessoas

Ano retrasado, quando passei 10 dias em Lima com o intuito de conhecer um pouco sobre a culinária peruana, notei duas diferenças gritantes entre os nossos ceviches e os deles: a qualidade absurdamente superior dos peixes e frutos do mar (dizem ser por conta das águas frias do Pacífico) e a baixa acidez. Não sei… leia mais

Doog: hot dogs simples e de qualidade (com salsicha bem da boa)

Asian: salsicha, cream cheese, shimeji e gergelim

Asian: salsicha, cream cheese, shimeji e gergelim

Felizmente estão surgindo novos formatos de restaurantes/bares/lanchonetes em São Paulo. Seja em kombi, em food trucks ou em barraquinhas, o paulistano está começando a ter acesso a comida boa, feita com ingredientes de qualidade e vendida a preços não surtados. Uma dessas agradáveis novidades é a Doog. Aqui vale esclarecer: o que penso serem preços surtados?… leia mais

Positano: italiano nos Jardins a valores razoáveis

Trio de bruschettas: parma e parmesão, mussarela e tomate, camarão e queijo scamorza (R$ 20)

Trio de bruschettas: parma e parmesão, mussarela e tomate, camarão e queijo scamorza (R$ 20)

Não chega a ser uma grande novidade a abertura de um restaurante italiano em São Paulo. Não chega a ser novidade também a inauguração de outro restaurante nos Jardins. A novidade a respeito do Positano são os preços, bem razoáveis quando se considera o absurdo que está para se comer fora de casa nesta cidade…. leia mais

Bolo & Bule: a definição de fofura

Um dos melhores bolos de banana que já comi: molhadinho, cheio de fruta, sem excesso de óleo nem manteiga

Um dos melhores bolos de banana que já comi: molhadinho, cheio de fruta, sem excesso de óleo nem manteiga

Como é bom encontrar receitas simples feitas com maestria. Uma das minhas mais genuínas alegrias é devorar um bom pão, bolo ou pasta artesanal: não é só a infância que vem à mente, mas também a (re) lembrança da importância de comidas reconfortantes, feitas por quem ama o que faz, se dedica, se entrega. Nem… leia mais

Arturito: impecável e a preços mais sensatos

Deliciosa empanada salteña (carne picante, batata e ovos caipiras, R$ 7)

Deliciosa empanada salteña (carne picante, batata e ovos caipiras, R$ 7)

O Arturito voltou a sua melhor forma:  não é de se estranhar, afinal a chef-proprietária Paola Carosella abandonou suas atividades como consultora e dedica 100% do tempo a seu restaurante, que tem cozinha a cargo de Thiago Bañares. Outra mudança significativa foram os preços, algo que assustava a maioria das pessoas que conheço: os pratos tiveram… leia mais

Chez Oscar: salão cenográfico, menu atrativo e serviço displicente

The Black Burger: pão preto australiano orgânico, burger artesanal, cheddar processado, molho preto, cebola roxa caramelizada e picles (R$ 39)

The Black Burger: pão preto australiano orgânico, burger artesanal, cheddar processado, molho preto, cebola roxa caramelizada e picles (R$ 39)

O Grupo Chez tornou-se um case de sucesso em curto espaço de tempo. Em menos de dois anos, abriram o Bar Secreto, o Lorena 1989 (que depois virou Chez Lorena), o Chez Burger (que depois virou Casa Nero) e o Chez MIS. Em todos, salão modernão e escurinho lotado de gente da moda, jovens empresários,… leia mais

AK Vila: agora com barraquinha de falafel e ótimo sanduíche de ovo!

Sanduíche de salada e ovo orgânico (R$ 6): lindamente cremoso, endro no ponto certo, pão de interior crocante. Puts.

Sanduíche de salada e ovo orgânico (R$ 6): lindamente cremoso, endro no ponto certo, pão de interior crocante. Puts.

AK, a chef Andrea Kaufman, é inquieta. Não teve uma única vez que a encontrei e ela não estivesse pensando em um prato novo, uma alteração sazonal no menu, em um fornecedor melhor para o AK Vila. Amante da culinária mexicana e de frutos do mar, Andrea sempre incorpora no menu de sua casa pratos… leia mais

Lox Deli: bagel, pastrami, rosbife, salmão gravlax… E tudo artesanal

Uma deli com bagels, salmão lox, salmão gravlax, pastrami, rosbife, massas – tudinho artesanal, fresco e com evidente qualidade. Criada por Beto Tempel em sociedade com sua esposa-  ele já foi sócio do bufê Red e do Le French Bazar – após um ano sabático de viagem pelo mundo, a Lox é resultado da sua paixão por oferecer comida boa, reconfortante, bem feita, caseira. Beto, que também é chef, produz tudo ali, do zero, com calma. O resultado é excelente. Para post completo, clique AQUI

Uma deli com bagels, salmão lox, salmão gravlax, pastrami, rosbife, massas – tudinho artesanal, fresco e com evidente qualidade. Criada por Beto Tempel em sociedade com sua esposa- ele já foi sócio do bufê Red e do Le French Bazar – após um ano sabático de viagem pelo mundo, a Lox é resultado da sua paixão por oferecer comida boa, reconfortante, bem feita, caseira. Beto, que também é chef, produz tudo ali, do zero, com calma. O resultado é excelente. Para post completo, clique AQUI

Uma deli com bagels, salmão lox, salmão gravlax, pastrami, rosbife, massas – tudinho artesanal, fresco e com evidente qualidade. Parecia meio impossível de encontrar em São Paulo um lugar assim há até 20 dias, quando a Lox Deli começou a funcionar na esquina da Rua Batataes com a Alameda Campinas. Criada por Beto Tempel em… leia mais