Onde ir Tipos de cozinha Francesa

Oui: pequeno e primoroso bistrô

Vinagrete cremosa de mostarda, alho poró assado, ovo mollet e pequenos pedaços de bacon: primor

Caio Ottoboni trabalhou sete anos ao lado do chef Erick Jacquin, hoje também apresentador de tv no programa MasterChef, da Band. Em 2013, com o fechamento do La Brasserie, Caio passou duas temporadas em cozinhas de grandes restaurantes em Paris. Para nossa sorte, voltou ao Brasil e acaba de abrir o Oui, em Pinheiros. Com… leia mais

Le Jazz: agora no Shopping Iguatemi

Torta de chocolate com macadâmia servida com sorvete de baunilha artesanal

O sucesso dos dois primeiros Le Jazz – a matriz, na Rua dos Pinheiros, e a filial da Melo Alves – chegou ao Shopping Iguatemi. O esquema é o mesmo: boa comida francesa de bistrô a preços excelentes (ainda mais para São Paulo), filas imensas (no almoço de sexta, esperei uma hora), água como cortesia… leia mais

Le Bilboquet: mais uma casa novaiorquina em São Paulo

Steak Tartar do Le Bilboquet: bem condimentado, leva bastante pimenta do reino e picles de pepino e vem coroado por um pedaço de anchova

São Paulo virou o destino do momento para redes de restaurantes gringas voltadas para o público AAA. Ano passado chegaram por aqui a Brasserie des Arts e o Bistrot Bagatelle; agora, instalou-se na rua mais “exclusiva” dos Jardins, a Vittorio Fasano, o Le Bilboquet, filial da casa novaioquinha (com uma unidade em Dallas). Assim como… leia mais

Tartar&Co.: Erick Jacquin no reino do tartar

Delicioso! Pastel de steak tartare

Quando soube que Erick Jacquin- um dos chefs franceses mais famosos do Brasil e co-proprietário do aclamado La Brasserie – abriria um restaurante dedicado ao tartar, sinceramente pensei ser um pouco de loucura. Por que não conheço tanta gente assim que ame a especialidade a ponto frequentar  uma casa dedicada a ela – isso sem… leia mais

Rive Gauche: filhote do Le Marais com o Due Cuochi

Pappardelle com funghi porcini, sauté de leitão e rúcula selvagem: porção farta

A restauratrice Ida Maria Frank é mesmo fiel as suas paixões, as cozinhas italiana e francesa. Proprietária do Le Marais e do Due Cuochi, em sociedade com o Grupo Barbacoa, ela acaba de inaugurar casa que funde as outras duas, o Rive Gauche. Instalado no  terceiro piso do Shopping Cidade Jardim, o Rive Gauche tem… leia mais

Marcel: ótimos suflês, sim, mas não só isso

Steak Tartare com batatinhas rústicas

A relação de Raphael Despirite com a cozinha começou muito antes dele nascer, há 28 anos. O DNA que carrega a paixão pela gastronomia vem de seu avô, Jean Durand, confeiteiro nascido em Lyon que desembarcou no Brasil em 1951 e trabalhou no tradicional Marcel (que, então, ainda não era seu) desde o fim da década de 1960… leia mais

Le Jazz Melo Alves: comida reconfortante e lotação máxima

Terrine de Joelho de porco com torrada e salada: um dos novos pratos da nova unidade

Para Le Jazz Iguatemi, clique AQUI O primeiro Le Jazz, na Rua dos Pinheiros, é um sucesso desde o primeiro dia em que abriu as portas. Filas imensas de terça a domingo, reservas esgotadas com três dias de antecedência, cliente fidelíssimos. Pois bastou a primeira filial ser inaugurada, há cerca de um mês, na Rua… leia mais

O trio-maravilha do Ici Bistrô: steak tartare, moules-frites e pain perdu

Moules-frites ao curry: sensacional

Mesmo trabalhando com gastronomia e sendo naturalmente curiosa, tenho certa dificuldade em variar o pedido em alguns restaurantes. Não porque desconfie da qualidade do restante das opções- aliás, pelo contrário. É por gostar tanto, mas tanto, de determinados pratos, que fico ligadas a eles quase emocionalmente e rola um sério embaraço em traí-los. Um desses… leia mais

O melhor estrogonofe da vida (da minha, claro)

Estrogonofe como deve ser: filé mignon, mostarda dijon, creme de leite, batata palha caseira e arroz fresquinho

Há alguns meses rodo São Paulo em busca do melhor estrogonofe. Sei lá porque, cismei com esse prato um dia tão famoso e hoje considerado bregalhão e decadente. Eu não to nem aí. Adoro a carne macia mergulhada no molho cremoso e levemente ácido de mostarda, manteiga, tomate e creme de leite; adoro mais ainda… leia mais

Le Repas: bistrô calmo e agradável

Filé Bordelaise com macarrão com queijo

Uma rua relativamente sossegada. Um salão totalmente calmo, a meia luz, com um bonito jardinzinho nos fundos e decoração clean, bem à la bistrô parisiense. Poucos lugares, água gratuita servida em charmosas jarrinhas (ainda bem que a moda está pegando). O novo Le Repas tem tudo para “pegar”– só precisa atentar a alguns detalhes na… leia mais

Chef Marc Le Dantec: o Bistrô Charlô em sua melhor fase

Velouté de palmito da fazenda, souté de polvo e camarões e farofa de pistache

Sempre achei interessante o menu amplo e variado do Bistrô Charlô, uma fusão sem muita pretensão das culinárias brasileira e francesa. Mas sentia falta de uma mão de chef, algo que marcasse algum prato com a exclamação “Ah, ISSO é Bistrô Charlô”. Semana passada, finalmente, senti isso. O motivo é o chef Marc Le Dantec…. leia mais

Colette: brasserie agradável de pegada saudável

Escondidinho de pato com mandioquinha e cogumelos

ESTABELECIMENTO FECHADO Mais uma brasserie em São Paulo? Sim.  Bonita, instalada numa casa dos anos 40, com ambiente gostoso e criações mais leves do que as francesas tradicionais–algumas, inclusive, pendendo para o saudável e com  influência e ingredientes brasileiros. Os proprietários doColette(donos do finado The Salad Bar) escolheram um caminho mais comedido– sem tanto uso de manteiga e cremes–, com muitas saladas, peixes… leia mais

Chef Rouge: nem só de steak vive o tartare

Tartare de Saint-Jacques com brunoise de erva doce, tangerina e mostarda de Dijon

 Renata Braune, chef do Chef Rouge, decidiu fazer um Menu Especial de Tartare (carnes cruas) para mostrar que o famoso prato francês, o Steak Tartare, não é a única possibilidade- aliás, longe disso.   De 22 de outubro a 14 de novembro, serão servidos seis tipos de tartare, todos bem diferentes entre si. Como eu estava num… leia mais

Novas sobremesas do Le Marais: surtei total

A coisa mais incrível da Via Láctea

Já não bastasse o chef Wagner Resende fazer do Le Marais um dos grandes franceses da cidade, outro talento juntou-se recentemente a equipe: a chef pâtissière Amanda Lopes. Ex-Brasserie Erick Jacquin, como Wagner, Amanda mal colocou os pés no Le Marais e já refez todo o menu de sobremesa. Oxalá! Eu já gostava, mas agora está covardia…. leia mais